escritores moçambicanos na diáspora

Encontro de escritores moçambicanos na diáspora

Lisboa, 28 jun (Lusa) – A cultura moçambicana no estrangeiro é dada a conhecer através de lançamentos de livros, leitura de poesias, debates e mostras de pintura, no X Encontro de Escritores Moçambicanos na Diáspora, que decorre entre quinta e sexta-feira em Lisboa.

Organizado pelo Círculo de Escritores Moçambicanos na Diáspora (CEMD), o X Encontro de Escritores Moçambicanos na Diáspora terá lugar na sede da União das Cidades Capitais Luso-Afro-Americo-Asiáticas (UCCLA), a partir das 14:00.

Com o objetivo de dar a conhecer a cultura moçambicana no estrangeiro e a presença de autores moçambicanos na diáspora, este encontro pretende também fortalecer as relações entre autores e especialistas literários moçambicanos e portugueses.

A iniciativa serve igualmente para estudar formas de intercâmbio e de cooperação entre os escritores, poetas e intelectuais moçambicanos na diáspora e os residentes em Moçambique, informa a organização do evento.

Entre os temas que vão estar em debate e serão alvo de conferências destacam-se “Literatura Moçambicana”, “Literaturas Lusófonas”, “Relações Interculturais Lusófonas”, “Literatura, Criação, Intercâmbio e Lusofonia” e “Universalismo e Encontros com o Mundo”.

A conferência “Literaturas Lusófonas” terá como oradores Ana Martinho, que falará sobre “Literaturas Africanas na Atualidade: um balanço teórico e crítico”, a escritora, investigadora e professora da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa Annabela Rita, sob o tema “Do verbo lusófono: entre terra e mar”, a presidente da Comissão Nacional da UNESCO, Ana Mateja Rozman, sobre “Antologias Luso-Eslovenas inacabadas”, e o escritor moçambicano Delmar Maia Gonçalves, que falará sobre “Almadias em Alto Mar”.

Rodrigues Vaz, José Teixeira e Renato Epifânio vão ser os intervenientes num debate sobre relações interculturais lusófonas, em que se falará, entre outros temas, do jornalismo português na guerra colonial, ou do balanço da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), a par da apresentação da Revista Nova Águia n.º 19.

“Literatura, Criação, Intercâmbio e Lusofonia – Diálogos Cruzados” é o tema da conferência que tem como participantes nomes como Manuela Gonzaga, Domingos Lobo, Ana Cristina Silva, Rui Maurício, Mário Máximo ou Lopito Feijó.

Para falar sobre “Universalismo e encontros com o mundo” juntam-se João Couvaneiro, Joana Catarina Forte e Najwa Omar, que, entre outros assuntos, abordarão a questão dos “moçambicanos em Portugal – Cultura e Imigração”.

Logo no primeiro dia, serão homenageados os artistas Waldemar Bastos, Lívio de Morais, Gisela Ramos Rosa, e Manuel Araújo.

Haverá também um momento de homenagem póstuma ao escritor moçambicano Ascêncio de Freitas.

Além dos debates, dos lançamentos de livros e das leituras de poesia, haverá lugar para outras manifestações artísticas como a inauguração de uma exposição de pintura – “3 poetas portuguesas/3 poetas moçambicanas” – da autoria da pintora Isabel Nunes.

O programa conta com momentos musicais protagonizados pelos músicos Fercy Nery e Isaley, bem como uma dança oriental, interpretada por Susana Amira.

AL // TDI – Lusa/Fim

Também poderá gostar


Sem comentários

ARTIGOS POPULARES