unnamed (3)

Episódio 83 – nem tudo o que vem à rede é peixe

No todo el monte es orégano

Na semana passada usámos a expressão nem tudo o que vem à rede é peixe para explicar o provérbio trazer água no bico. Queríamos explicar que nem tudo é o que parece ser e pareceu-nos lógico usar a imagem de uma rede que arrasta consigo não apenas aquilo que pretendemos, mas traz também outras coisas menos desejáveis

Quando os pescadores lançam as suas redes à água, pretendem apanhar um determinado tipo de peixe ou vários mas todos adultos mas o que acaba por acontecer é que as suas redes recolhem não apenas diferentes tipos de animais e plantas aquáticas como também todo o tipo de lixo. A frase nem tudo o que vem à rede é peixe é um verdadeiro axioma ou proposição tão evidente que não precisa de ser demonstrada.

Outra proposição evidente e com o mesmo significado deste provérbio é nem tudo o que brilha ou reluz é ouro. Estes axiomas pretendem sobretudo sublinhar o facto de que nem sempre as coisas são o que parecem, como no caso dos objetos que reluzem ou brilham, mas que não são valiosos ou importantes, ou de uma rede que parece trazer muito peixe, mas que na verdade está cheia de lixo.

Desse sentido quase literal nasce outro mais metafórico associado com as coisas às quais damos valor e importância, e às escolhas que somos obrigados a fazer. Ambas as frases pretendem alertar para a necessidade de estarmos atentos ao que nos rodeia e saber distinguir e separar o trigo do joio.

É importantíssimo olhar para além do que é óbvio ou está à superfície e ainda mais saber destrinçar o que é importante — os grãos de trigo — das cascas que os envolvem — o joio.

Estas expressões lembram-nos que a vida é feita de escolhas e precisamos de aprender a separar o que é realmente relevante do que é acessório ou insignificante.

Só falta dar alguns exemplos de uso.

A capital de um país pode parecer um bom sítio para viver, mas também apresenta muitas desvantagens. Nem tudo o que brilha é ouro.

O Pedro é um rapaz muito atraente e rico, mas tem cuidado pois nem tudo o que reluz é ouro.

Para sair da encruzilhada em que te encontras, tens de separar o trigo do joio e decidir o que é que é para ti mais importante: o amor ou o dinheiro.

Hoje em dia, a internet bombardeia-nos com milhares de notícias e é fundamental aprender a separar o trigo do joio ou melhor dizendo as notícias verdadeiras das falsas.

OUTRAS EXPRESSÕES MENCIONADAS

nem tudo o que reluz / brilha é ouro
No es oro todo lo que reluce
All that glitters is not gold

separar o trigo do joiosay-it-in-portuguese

Também poderá gostar


Sem comentários

ARTIGOS POPULARES